Por Anna Cruz

Eu sou a louca dos livros. Aniversário? Dou livro. Dia das crianças? Livro. Natal? Também. Tirou um dente? Livro. Ganhou um irmão? Livro. Passou no vestibular? Livro. Passou na residência? Sobotta (mentira, nunca dei Sobotta para ninguém. Ainda não tive oportunidade).

Acho que livro é um presente muito especial. Há diversas razões para dar livros. Minha querida Maria Amélia Jannarelli traduziu vinte delas a partir de um fofíssimo texto italiano e compartilhou conosco em seu Blog do Livrinho: livro é uma prova da existência do invisível, livro diverte, livro é arma contra ignorância (e de ignorância nós já estamos cheios), livro traz consigo um minuto de silêncio, etc, etc..Helo 1

Eu tenho algumas outras razões muito práticas e que passam longe do poético: não se erra tamanho de livro, livros não contêm partes pequenas que podem ser engolidas, livros são atóxicos, livros não causam alergia, livros não têm contraindicação,  livros continuam servindo a nossos pés (e levando-os cada vez mais longe) mesmo seis meses depois de serem ofertados.

Há um livrinho que uso como coringa e a cada aniversário de menina de dois, três ou quatro anos, lá está ele, embrulhadinho, sem jamais fugir à luta: “Menina de Três” (Luiza Meyer, Letras Brasileiras, aprox.. R$15,00), fala do universo de uma menininha de três (claro) anos, seus sonhos, seus amores, suas brincadeiras, e a vontade  – sobretudo nossa, de quem lê – de que ela fique pequenina, preservada nesse tempo de encantamento. A menina, como é inevitável, cresce, completa quatro anos e…ah, vocês têm que ler!

Também mantenho no meu armário mágico de livros empacotados para presentes, a coleção de aniversários da Silvana Rando e da Índigo (“O aniversário dos homenzinhos”, “O aniversário do dinossauro”, “O aniversário dos três porquinhos”, Editora Dedo de Prosa, aprox. R$30), além do próprio “Gildo” (Brinque Book, aprox.. R$30), personagem famoso da Silvana, que passava aperto em festinhas de aniversário por seu medo de bexigas.

Há outras milhares de opções. O que não falta é opção, aliás. Às vezes falta é aniversário!

 

Destacada ANNA

Anna Cruz é mãe da M.L. e da C., filha da Vera e do Orlando, da Ana Maria Machado e do Ziraldo, da Ruth Rocha e do Sidónio Muralha, da Eva Furnari e do Roald Dahl, da Silvana Rando e do Michael Ende, da Sylvia Orthof e do Ilan Brenman. Conhecida também por “Dona Sobre”, por conta do instagram.com/sobreissoeaquilo

Compartilhar: