Por Helen Penna

Faça para as crianças o Jogo da Memória Auditiva!

Vivemos em um mundo repleto de sons, com os quais estamos em contato quase que 24 horas por dia. É o barulho da TV, das buzinas dos carros, do avião que passa rasgando o céu, das intermináveis conversas no celular, da vizinha faxinando a casa ao som do rádio, etc.

 

 

Pelo fato de esses ruídos ocorrerem, quase sempre, de forma simultânea e sobreposta, nem sempre paramos para prestar atenção a cada um deles, de forma isolada. O que ouvimos é o conjunto; a massa de som que resulta da junção desses ruídos diversos. É como numa orquestra: para o ouvinte que não tem o ouvido treinado para distinguir o som e as “falas” de cada instrumento, o que se ouve é apenas o todo.

 

A acuidade auditiva, isto é, a capacidade de identificar separadamente cada som, é uma das habilidades que buscamos trabalhar nas aulas de musicalização infantil. Para isso, aproveitamos alguns momentos da aula para voltar a atenção e a audição da criança para sons específicos.

 

Construa o “Jogo da memória auditiva” para as crianças!

O jogo da memória auditiva é uma excelente ferramenta para se trabalhar essa competência. Além de divertido, é um material que os pais podem facilmente reproduzir em casa para brincar com os filhos. Como num jogo da memória tradicional, em que a criança forma pares de imagens, ela precisará formar pares de sons.

 

 

Para crianças menores, que ainda não entendem bem o jogo da memória, sugiro uma adaptação: a criança escolherá um pote sonoro e, em seguida, experimentará os demais, sacudindo-os até encontrar o som correspondente ao que ela escolheu.

 

Em ambos os casos, respeitando o desenvolvimento da criança, a audição, a atenção e a concentração estarão sendo trabalhadas. Sugiro ainda que, ao encontrar o par, o adulto abra o potinho para que a criança veja qual é o objeto que emite aquele som.

 

IMPORTANTE: Lembro que por conter pequenas partes dentro dos potes esta deve ser uma brincadeira feita sob supervisão de um adulto!

 

Construindo o jogo

Para fazer o jogo da memória auditiva, você vai precisar de:

  • potes diversos que não sejam transparentes. No meu caso, comprei potes transparentes e pintei com tinta spray preta, como mostra a foto.

 

 

  • Diversos materiais para formar os pares sonoros. O interessante é escolher objetos que produzam sons contrastantes, como, por exemplo, pedacinhos de borracha e moedas. Alguns exemplos: clips, gominhas de escritório, canudo cortado em pequenos pedaços, pedacinhos de madeira, bolinhas de plástico, grãos diversos, (feijão, arroz, milho, etc.), água (as crianças amam o barulhinho da água!), e por aí vai.
  • É importante deixar um par de potes vazio, para que elas também tenham a referência do silêncio.

 

 

O número de pares que você irá oferecer à criança dependerá da idade dela. Sugiro que se comece com 3 pares e que esse número seja aumentado aos poucos, conforme a criança for se familiarizando com a brincadeira.

 

Como estratégia para variar o material, costumo colocar o pote sonoro dentro de vaquinhas (porta-níquel) e pedir que as crianças encontrem as vaquinhas de “voz” igual.

 

 

Uma outra sugestão é utilizar potinhos de bala que não sejam transparentes como mostra a foto acima.

 

 

Helen Penna é bacharel em flauta transversa pela Universidade Estadual de Minas Gerais e professora de musicalização infantil em Belo Horizonte. Tão logo se graduou na universidade, descobriu que sua paixão não era propriamente tocar numa orquestra, mas, sim ensinar música. Por um feliz acaso da vida passou a dar aula de musicalização para bebês e crianças e descobriu o caminho que trilha até hoje. É autora do Instagram @musicalizacaoinfantil e da página no facebook/musicalizacaoparacriancas , ambientes que a possibilitam a unir a paixão pela fotografia, (ela mesma fotografa seus materiais) e o amor pela profissão, evidenciado nas postagens de suas atividades e de vídeos com seus alunos.