Por Professora Denise Ferreira

Decifrar o segredo dos enigmas de um caça ao tesouro é muito divertido! Essa brincadeira é sucesso garantido com a criançada!

O “Caça ao tesouro” é um jogo de pistas, onde os participantes tem missões que avançam com a resolução de enigmas. Cada enigma ajuda a descobrir o próximo local onde está escondida a próxima pergunta do jogo. O jogo continua até a localização final do tesouro.

Preparando do caça ao tesouro

Comece preparando os materiais que usará na atividade. Deixe tudo organizado, pois os pequenos detalhes são fundamentais para o sucesso do jogo!

 

preparando-materiais

 

1- Use a criatividade para preparar o baú do tesouro. Uma caixa envolvida em papel antigo recheada com doces ou outras prendas poderá ser o baú do tesouro. Antecipadamente esconda o “baú” no local final do tesouro.

 

Bau do tesouro

 

2- Imprima a carta do pirata num papel amarelado e queime as bordas para que ela pareça envelhecida.

 

carta-do-pirata

 

—> Clique aqui para imprimir >> CARTA DO PIRATA

 

3- Imprima os enigmas que, quando desvendados, levarão os participantes ao local onde encontrarão a pergunta chave para conseguir o próximo enigma. Será necessária somente uma cópia desses enigmas, que ficarão em posse do “juiz” a quem os participantes trarão as perguntas encontradas.

enigmas

 

—> Clique aqui para imprimir >> ENIGMAS

>>> Esse arquivo é editável, para que você adapte de acordo com seu local do jogo 😉

 

4- Imprima as perguntas que os participantes encontrarão escondidas nos locais dos enigmas. No caça tesouro que fiz com as crianças do quinto ano, escolhi o tema “a história do café no Brasil”, para ajudar a fixar o conteúdo que estudamos nas aulas de História (você pode usar qualquer lista de perguntas que sejam significativa para sua turma).

 

Iniciando o caça ao tesouro

Alimente a imaginação das crianças! Use e abuse da fantasia para apresentar essa carta às crianças! Quanto mas imaginação, melhor!

Para iniciar o caça ao tesouro, apresente de uma forma criativa a carta enviada por uma personagem às crianças.  Crie uma atmosfera de expectativa e mistério…  A história da carta é de um pirata, recebida por engano. O pirata escreveu a um amigo que o plano deles funcionou bem e que o tesouro está escondido num local seguro.

 

desenhart-net-pirata

 

A organização do jogo depende da idade e da quantidade de participantes. Após os combinados iniciais  e a apresentação da carta, entregue aos grupos o enigma 1 para iniciar o jogo.

 

 Sugestões para organizar o jogo

  • Antes de iniciar a “Caça ao tesouro”, reúna a turma, separe os grupos (se for o caso) e faça os combinados, estabelecendo regras com relação à segurança em escadas, respeito aos colegas, trabalho em equipe, etc.
  • No caso de grupo, cada um terá uma cor de identificação das perguntas que irão procurar e para cada participante terá uma fita de identificação colorida no braço, para identificar a que time pertence.
  • O ideal é que cada grupo tenha um acompanhante que ficará por perto para observar e orientar, mas não para ajudar a desvendar pistas ou charadas.
  • Uma pessoa deverá ser o “juiz”, que ficará com os enigmas em local fixo pré combinado e os entregará na sequencia, conforme os grupos forem desvendando os enigmas, encontrando as perguntas e as respondendo corretamente.
  • As perguntas devem ser distribuídas em locais complicados: debaixo de uma cadeira, atrás de uma porta…
  • No enigma número 9 (que revela o local do tesouro), todos desvendarão juntos.

 

Foto pucklechurch-org

Foto pucklechurch-org

DICA DA PROFESSORA!

 >>> Organize o jogo de maneira que todos estejam presentes no momento em que abrirem o baú de tesouros. Como essa brincadeira gera uma certa competição, converse previamente com o grupo sobre o espírito de equipe e os objetivos da brincadeira 🙂

Sempre que faço essa brincadeira com as crianças elas adoram e me sinto muito feliz! Conte pra mim aqui nos comentários como foi sua experiência! 🙂
denise-2016-01Denise Ferreira é mãe, avó e professora, apaixonada pela arte de educar. É formada em Pedagogia. Trabalhou em escolas construtivistas como professora e coordenadora do Ensino Fundamental I. Também trabalhou com formação de professores, em cursos do PROEPRE ministrado pelo Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação da UNICAMP. Atualmente é professora do Fundamental I e autora do Instagram, Facebook e do blog www.papodaprofessoradenise.com.br .
Compartilhar: