Por Professora Denise Ferreira

Sempre me perguntam sobre como organizo meu planner de professora. Resolvi fazer esse post com minhas ideias para você montar o seu, personalizado de acordo com suas necessidades.

Cada professora tem sua maneira de se organizar  e é difícil encontrar um planner que tenha um layout que se adeque exatamente a nossa necessidade e que torne nosso trabalho mais produtivo.

Nada como uma vida organizada! Parece que tudo flui melhor quando sabemos o que vem a seguir. Para o trabalho pedagógico atingir os objetivos, é preciso planejar (assim como tudo na vida) e ter um controle ou plano de ação.


Tenho o hábito de checar as informações do planner, assim que chego na classe. Sempre anoto tudo o que lembro. Essa dica é importante em especial para lista de tarefas pendentes ou lembretes!

Como organizei meu planner de professora

Para chegar no planner que estou usando, passei vários anos pesquisando e testando ideias. Já usei pastas de diferentes formatos, fichários

 

 

Atualmente, estou usando um caderno, onde colo as folhas que escolhi. Gosto de imprimir as folhas em tamanho A4 e colar nesse caderno da Oxford  que cabe certinho (comprei na Livraria Saraiva)!

 

 

Se você não conseguir um desses, monte em um caderno universitário, que também dá certo.

Pode ser que para você um caderno de 80 folhas seja pequeno para um ano letivo, então a dica é construir um planner por semestre. Para isso, sugiro que já monte os dois ao mesmo tempo e deixe um guardado. Assim o trabalho para construção pode ser feito de uma só vez e você ganha tempo 🙂

 

Sessões do meu planner de professora

A maioria dos impressos que usei para montar meu planner personalizado eu mesma criei, de acordo com minhas necessidades de registro. Outras já achei pronta e aproveitei.

Essa é minha configuração atual e com certeza não será a final!

1- Capa

Personalizei a partir de um modelo e completei com lindos adesivos.

 

2-Dados pessoais 

Escolhi uma  folha bem minimalista dos que vi na internet, que atendia minhas necessidades. Também decorei com selinhos fofos!

 

 

3- Calendário

Para facilitar a consulta, colei logo no início do caderno:

  • Calendário escolar anual da escola que trabalho
  • Calendário de atividades e eventos do ano letivo
  • Calendário geral de avaliações e datas para entrega das notas.

 

 

calendário 2017 /2018 com feriados colei na capa de trás do caderno, para ficar bem acessível.

 

4- Anotações do início do ano

Deixei algumas folhas de anotações para registrar as primeiras atividades do ano, antes de começar a colar os meses.

 

5- Planner mensal

Abro o mês colando um calendário mensal, para ajudar a registrar os principais compromissos e o resumo do mês. Escolhi um que tem espaço para breves anotações.

 


6- Planner de aula semanal

Essa é a  parte principal do meu planner, onde registro meu dia-a-dia das aulas. Para isso uso uma planilha que criei a partir da grade de aulas da semana e fui personalizando, de acordo com minhas necessidades.

Se você dá aula para duas turmas ou várias matérias, uma ideia é dar uma cor para cada turma, ou uma cor para cada matéria. Se um aluno faltou ou você precise se lembrar de algo para fazer no dia, anote lá. Deixei um espaço para notas bem no início do dia.  🙂

 

 

7- Checklists e anotações de reunião

Geralmente uso a folha anterior ao semanário para isso. Assim fica tudo concentrado num único lugar. Anoto pautas de reunião pedagógica, colo bilhetes da semana, lembretes…

 


8- Horário de aula

Usei a última folha do caderno para colar o horário geral da escola. Bem à mão!  😉

 

 

9- Contatos, aniversários dos estudantes, informações de contato das famílias

Uso o caderno de trás para a frente para colar as folhas que a secretaria da escola fornece com esses importantes dados dos meus alunos. Assim fica fácil encontrar quando estou com pressa.


10 -Planilhas de notas

Reservo folhas do final do caderno, de trás para a frente, depois de colar os contatos, para colar as planilhas com as notas bimestrais da turma e ter uma visão geral do progresso dos meus alunos.


11- Páginas de notas e reuniões de pais

Gosto de registrar as reuniões individuais com os pais de meus alunos, coloco a data e o resumo do que conversamos. Também faço isso também no final do caderno, de trás para a frente, depois de reservar o espaço para as planilhas de notas (uma folha por bimestre). Tudo num só caderno 😉

 

12- Arquivo de atividades em folhas soltas

Para guardar folhas, monto uma pasta com plásticos, onde guardo os modelos de atividades que vou aplicando, e assim vou construindo gradativamente um histórico das atividades que aplico para os próximos anos. Organizar essas folhas é economizar tempo!

 

 

Agora você já conhece meus segredos para montar um planner como o meu. O que mais gosto nele é que tudo fica organizado por mês, por semana, além de ter todas as informações da minha turma e de meu trabalho na mão, sempre que precisar!

 

 

Para finalizar, lembre-se: uma meta sem um plano é apenas um desejo. Espero que tenha gostado desse post.

Adoraria saber sua opinião sobre meu planner! Me conte o que achou nos comentários!

 

 

Conheça a Professora Denise!

Denise Ferreira é mãe, avó e professora, apaixonada pela arte de educar. É pedagoga e trabalha como professora do Fundamental I. Já atuou como coordenadora do Ensino Fundamental I e Educação Infantil. Tem experiência com formação de professores, em cursos do PROEPRE do Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação da UNICAMP.

É autora do InstagramFacebook  e blog  Papo da Professora Denise. Foi indicada como um dos mais relevantes influenciadores digitais do Brasil na área de educaçãono Prêmio Influenciadores Digitais 2017 realizado pela revista Negócios da Comunicação.

Compartilhar: