Por Michelle Costa Soares

Materiais não estruturados: uma forma de criar e brincar com um recurso chamado IMAGINAÇÃO!

As crianças nos dão bons sinais para programar uma intervenção adequada e que desperte nela o prazer pelas aprendizagens. Nos momentos do brincar, podemos observar seu comportamento, reações, interesses, dificuldades…

É só lhes dar alguns objetos e pronto, tudo se transforma em brincadeira. A criança é assim, uma tempestade de ideias, simbolismos, criatividade e emoção.

Então, que tal dar aos pequenos a possibilidade de criar e aprender diante de alguns recursos simples e que aguçam a criatividade.

O brincar com materiais não estruturados possibilita o desenvolvimento da inteligência, a oportunidade da criança explorar suas habilidades criativas e que tem relação com aprendizagens já consolidadas.

 

est 1

 

Durante o momento de construção do brincar o educador poderá fazer intervenções com relação a conceitos utilizados nas aprendizagens mais sistemáticas, como: a quantidade de pedrinhas a serem usadas, os centímetros de um barbante que irão precisar, as relações entre muito e pouco, maior e menor, em cima e embaixo…

 

Atividades que exigem da criança estruturar seu próprio brinquedo ou brincadeira, permitem que algumas funções cognitivas sejam estimuladas, pois para estruturar-se eles precisarão organização, planejamento, flexibilidade cognitiva, criatividade, manutenção da atenção, memória operacional e diversas outras capacidades mentais.

 

est 2

 

 

Vygotsky traz uma reflexão importante sobre a construção da imaginação e as relações futuras da criança, onde

“A imaginação, como base de toda a atividade criadora, se manifesta por igual em todos os aspectos da vida cultural, possibilitando a criação artística, científica e técnica. Neste sentido, absolutamente tudo o que nos rodeia e que foi criado pela mão do homem, todo o mundo da cultura, em diferenciação ao mundo da natureza, tudo é produto da imaginação e da criação humana, baseados na imaginação”

 

est 3

 

Por essas e outras, façamos os brinquedos… façamos do brincar um meio de criar, aprender e evoluir.

 ? LISTA DE MATERIAIS NÃO ESTRUTURADOS PARA AGUÇAR A IMAGINAÇÃO:

  • Caixas de ovos
  • Papelão
  • Rolos de papel
  • Fitas adesivas
  • Botões
  • Retalhos
  • Tinta
  • Tampas
  • Folhas árvores
  • Galhos
  • Balões
  • Pedrinhas
  • Papéis … e o que a imaginação contribuir!

 

Compartilhe conosco o que achou desse post!

Deixe seus comentários, dúvidas e sugestões abaixo! Vamos adorar ler!?

 

Quer mais ideias? Veja também:

7 dinâmicas rápidas para o início das aulas

6 dicas para entreter as crianças dentro do carro numa viagem

 

Michelle - miniMichelle Costa Soares é Pedagoga, especialista em Desenvolvimento Infantil, Psicopedagoga Clínica Infantil, especialista em Neuropsicologia, Professora em Universidades e Cursos na área de Educação Especial e Desenvolvimento Infantil.

Apresenta em seu perfil @michelleterapiadecrianca no Instagram, registros e recursos para estímulos do Desenvolvimento Infantil.

 

Compartilhar: