Por Professora Denise Ferreira

Quem gosta de fofurices de papelaria por aqui??‍♀️ Se você é como eu, vale a pena fazer uma visitinha nas lojas da região da Rua 25 de Março, em São Paulo!

Atendendo à pedidos, resolvi contar pra vocês como faço e dar dicas de alguns dos lugares que gosto de fazer compras e para isso escrevi esse Guia de compras das minhas lojas favoritas na região da 25 de março.

 

ANTES DAS COMPRAS

Simplesmente amo passear  na região. Apesar de parecer uma grande bagunça, tem uma organização e a variedade de coisas que encontramos e preços fazem valer a pena.

Um bom conselho é ir sempre acompanhada de outras pessoas, para ajudar na questão da atenção ao que ocorre a sua volta. Lá é um lugar que tem muitas coisas boas, mas todos sabemos que também há perigos.

É indispensável ter cuidado com a segurança. Sempre que a visito vejo muitos policiais circulando por lá e como tomo alguns cuidados, nunca tive nenhum problema.

O QUE VESTIR E LEVAR

Recomendo que você se vista com roupas básicas e discretas e sapatos bem confortáveis.

Todas as lojas aceitam cartão, então, sugiro que você leve pouco dinheiro em espécie.

Leve o mínimo possível de pertences pessoais, e se precisar levar uma bolsa, escolha uma pequena, com alça para colocá-la sempre à sua frente. Não recomendo o uso de mochilas.

Tenha sempre muito cuidado com o celular, afinal é um local com muita aglomeração de pessoas.

Se possível evite levar crianças, pois sempre é cansativo e na região há pouca infraestrutura para banheiros e alimentação. Se por acaso precisar, sugiro que use esses serviços no Mercadão Municipal.

Ao caminha pela região, fique sempre atenta aos seus pertences e ao que ocorre à sua volta, que com certeza terá um dia feliz de comprinhas!

COMO CHEGAR

Há várias opções de transporte para a região, mas basicamente sempre uso o carro ou metrô.

DE CARRO

Há várias opções para estacionar o carro, apesar de que em estacionamentos, o passeio sai mais caro ou mais complicado, mas quando preciso, sempre uso uma dessas opções e paro:

  • Nos estacionamentos da Rua da Cantareira, em frente ao Mercadão Municipal: são caros, mas se for comprar grandes quantidades é mais fácil para guardar as compras.
  • No estacionamento do Mercadão Municipal: é sempre lotado e a gente perde muito tempo esperando vaga…
  • No estacionamento do Museu Catavento: é a opção mais barata, mas longe alguns quarteirões da região
  • Estacionamento da Rodoviária do Tietê: essa é a opção que sempre uso e é bem mais barato que os da região da 25 de Março. Deixo o carro lá e pego o metrô.

DE METRÔ

Pegue o Metrô em qualquer ponto e desça na Estação São Bento.

Foto jornalprimeiraimpressao.com

Escolha a saída pelo Largo São Bento (e aproveite para visitar o Mosteiro de São Bento) ou siga as indicações das placas e saia pela Ladeira Porto Geral. 

 

 MINHAS LOJAS FAVORITAS

O local é sempre muito movimentado. Tem lojas de tudo o que se puder imaginar, com bons preços e muita coisa diferente.

 REI DO ARMARINHO

É aqui que compro meus pompons fofos! Tem de todos os tamanhos e cores!

Essa loja tem uma variedade incrível de aviamentos, pompons, fitas, além de tesouras, tecidos, linhas e lãs e afins.

A loja fornece um mix de produtos de armarinho para revendedores, confecções, decoradores, artesãos e consumidores finais. Recomendo que dê uma olhada no site deles, pois vendem pela internet também!

LOJA: REI DO ARMARINHO

ONDE:  Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 99 (continuação da Ladeira Porto Geral)

SITE: www.reidoarmarinho.com.br

 

⭐ ARMARINHOS SANTA CECILIA

Aqui encontrei as famosas waterbeads de vários tamanhos e cores!! Nunca tinha visto tanta variedade!


 Você encontra também aquelas lanternas chinesas e pompom, que ficam lindos para decorar a sala de aula!!


Pensa numa loja que tem uma variedade enorme de coisinhas de papelaria e um monte de outras coisas de decoração super fofas! Olha a variedade de tesouras de picote. São um charme!

Aqui comprei alguns dos meus queridinhos perfuradores de papel. Tem um mais fofo que o outro!!!

Consegui resistir bravamente e comprei somente esses itens! 🙂

Super recomendo uma passada nessa loja. São 500 metros quadrados de loja e mais de 10.000 itens!!

LOJA: ARMARINHOS SANTA CECILIA

ONDE:  Rua Cavalheiro Basílio Jafet, 107 (continuação da Ladeira Porto Geral)

SITE: www.armarinhosantacecilia.com.br

 

 COMERCIAL BOA IDEIA

Conheci essa loja nessa viagem. É uma porta pequena, com inúmeras na área, que nunca havia notado, mas com certeza recomendo!

Olha esses lápis com borracha na ponta para presentear as crianças na volta às aulas!!

Kits com dados de vários tamanhos, baralhos …

Canetinhas fofas à vontade e com ótimos preços!

Tem uma variedade de itens para jogos, papelaria e artigos escolares, inclusive coisas que estava procurando a tempos!

LOJA: COMERCIAL BOA IDEIA

ONDE:  Rua Barão de Duprat, 51 (rua paralela à 25 de Março)

 

⭐ M.CAMICADO

Adoro comprar nessa loja. Na verdade é passagem obrigatória!

Na verdade são quatro lojas na região da Rua 25 de Março, onde você encontra produtos diversificados, como brinquedos, artigos para festas, utilidades domésticas e as cestas e caixas organizadoras mais fofas!

Pensa numa variedade de artigos para festa, tem balões de todos os tipos! As lojas estão sempre lotadas, mas vale a pena a visita!

LOJA: M.CAMICADO

ONDE:  Rua Barão de Duprat, 133/145

SITE: www.mcamicado.com

⭐ MATSUMOTO

É uma ótima loja para comprar artigo para festas temáticas, artigos de papelaria, de escritório… Eles tem muita coisa legal nessa loja!

Dá pra encontra quase tudo por lá!

Além de produtos natalinos durante todo o ano, a Matsumoto oferece diversos produtos de época, festas, lembrancinhas, brinquedos, papelaria, embalagens e muito mais.

LOJA: MATSUMOTO

ONDE:  Rua Barão de Duprat, 39

SITE: www.lojasmatsumoto.com.br ( Eles vendem pela internet também!)

 

⭐ ARMARINHOS FERNANDO

A Armarinhos Fernando é passagem obrigatória da Rua 25 de Março! São cinco unidades só nessa região, com uma infinidade de produtos!

As lojas oferecem mais de 150 mil itens, entre eles artigos infantis, armarinhos, bazar, brinquedos, cutelaria, papelaria, perfumaria e utilidades para o lar, atendendo no atacado e no varejo.

Os Armarinhos Fernando têm de tudo. Literalmente!

Vá com tempo nessa loja, pois está sempre lotada e tem fila no caixa, mas eu adoro!

LOJA: ARMARINHOS FERNANDO

ONDE: Rua 25 de Março, 864 / 872

SITE: www.armarinhos-fernando.com.br

 

⭐ N&E BAG’S

Essa lojinha fica bem em frente ao Mercadão Municipal, na Rua daCantareira. É incrível a variedade de bolsas, estojos, malas… E o que não tiver na loja, eles buscam na filial!

Foi nessa loja que achei esses estojos fofos e super baratos!

Adorei a atenção e o atendimento e recomendo!

 

NA HORA DA FOME…

Uma ida ao Mercadão Municipal de São Paulo é obrigatória! Pra degustar frutas exóticas (não aceite tudo o que oferecem, pois alguns vendedores quase intimidam a gente à comprar depois de provar), comer aquele pastel ou sanduíche especial, não há melhor lugar!

Tem bares tradicionais como o Hocca e o Bar do Mané, que são os meus favoritos, também há diferentes tipos de comida na praça de alimentação no piso superior.

 

Eu adoro e recomendo fazer compras na região da Rua 25 de Março. Os preços são  ótimos!

Tenho certeza que ainda há muitas lojas pra conhecer! Se você tiver alguma dica de loja ou lugar interessante para comprinhas, deixe pra mim nos comentários! 🙂

Espero que tenha gostado dessas dicas. Adoraria saber sua opinião! Conte o que achou nos comentários!

Conheça a Professora Denise!

Denise Ferreira é mãe, avó e professora, apaixonada pela arte de educar. É pedagoga e trabalha como professora do Fundamental I. Já atuou como coordenadora do Ensino Fundamental I e Educação Infantil. Tem experiência com formação de professores,  em cursos do PROEPRE do e é colaboradora do Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação da UNICAMP.

É autora do InstagramFacebook  e blog  Papo da Professora Denise. Foi indicada como um dos mais relevantes influenciadores digitais do Brasil na área de educaçãono Prêmio Influenciadores Digitais 2017 realizado pela revista Negócios da Comunicação.

Compartilhar: