Por Professora Denise Ferreira

Saber a tabuada é importante para agilizar a resolução de problemas matemáticos na escola e nosso cotidiano.

Ter memorizado todas as tabuadas não significa que a criança entende o conceito de multiplicação.

A conceituação deve ser construída adequadamente ao longo dos anos iniciais, principalmente através de jogos.

Uma vez compreendido o conceito da multiplicação e suas propriedades, torna-se importante para as construções dos conteúdos matemáticos mais complexos, que se tenha memorizados as tabuadas do 1 ao 10, principalmente, com o objetivo de agilizar o cálculo mental.

 

Jogo Dominó da Tabuada

Para auxiliar nesse processo de construção, preparei essa sugestão de jogo para que as crianças aprendam de maneira lúdica e divertida!

 

Materiais:

  • Papel e lápis para fazer os cálculos (opcional)
  • Dominós impressos
  •  Regras para o jogo
  • Tabela com as tabuadas  (para tirar dúvidas)

 

 

 Construindo o jogo

1- Imprima as folhas de dominós.

Clique aqui e imprima as cartas e a regra  >> Jogo Dominó da Tabuada PPD

 

2-  Cole o sulfite impresso num papel mais grosso antes de recortar.

3- Plastifique com plástico adesivo ou fita adesiva larga transparente (opcional).
 

 

Esse jogo contém as tabuadas do 1 ao 10 e foi dividido em quatro folhas, evitando repetições de resultados dentro de cada uma.

Você pode usar as folhas separadas e, gradativamente ir colocando mais folhas com novas contas,  aumentando assim o grau de dificuldade.

 

Objetivos do jogo

  • Desenvolver o raciocínio lógico-matemático
  • Resolver multiplicações mentalmente e assim contribuir a agilidade do cálculo mental
  • Memorizar algoritmos simples da tabuada
  • Aplicar os conceitos construídos em situações contextualizadas…

 

Com jogos a compreensão se torna significativa e ajuda para que a matemática também se aprenda brincando.

Existem vários jogos vendidos comercialmente para ajudar a criançada a guardar na memória os fatos da tabuada, mas, acredito que, quando a criança ajuda na construção de um jogo, ela cria uma ligação afetiva com ele e isso é importante para que ela goste de brincar com ele.

 

Espero que tenha gostado dessa ideia. Adoraria saber sua opinião sobre ela!

Me conte o que achou nos comentários!

 

professora-denise-miniatura

Denise Ferreira é mãe, avó e professora, apaixonada pela arte de educar. É pedagoga. Trabalhou em escolas construtivistas como professora e coordenadora do Ensino Fundamental I e Educação Infantil. Também trabalhou com formação de professores, em cursos do PROEPRE ministrado pelo Laboratório de Psicologia Genética da Faculdade de Educação da UNICAMP. Atualmente trabalha como professora do Fundamental I. É autora do Instagram e Facebook Papo da Professora Denise.